“Posso viver?”

O vídeo abaixo é a história real de como o rapper norte-americano Nick Cannon veio ao mundo, contada pelo próprio.

A história é um drama vivido por muitas mulheres.

Está tudo lá. Adolescente de 17 anos, estudante, numa gravidez indesejada e pressionada por um homem a abortar, com muitas dúvidas e prestes a tomar uma decisão que afetará para sempre.

Ela é deixada à porta de um clínica de abortos por um homem (o pai da criança, a quem o rapper recusa chamar de “pai”).

Esse fato – de um homem empurrar uma mulher (uma adolescente) em situação vulnerabilidade para o aborto, demonstra a covardia de tantos homens para quem o tal “direito de escolha” tornou-se um conveniente passe para a irresponsabilidade.

Na música, Nick conta que a menina entra no edifício e no clip nota-se a confusão em seu olhar.

Em seu coração ela sabe que a opção, a tal “escolha”, é falsa.

“Você já me vê quando está dormindo, e você não pode matar seus sonhos.”

“Tenho esperanças que você tome a decisão correta.”

“É uma vida dentro de você. Olhe em seu ventre.”

São as verdades ditas pelo rapper em sua música, mostrando a realidade da vida que já está presente desde o momento da concepção.

E no refrão, o músico repete que, se ele tivesse voz naquele momento, perguntaria à sua confusa mãe:

“Posso viver?”

Sua mãe ouviu aquela voz que fala fundo ao coração de cada um de nós e a história termina bem, Graças a Deus!

A mãe de Nick Cannon, apesar de todas as dificuldades, seguiu à frente com a gravidez. E hoje ele, ator e cantor de sucesso, pode nos contar esta história que é o espelho de tantas outras.

Agradeço ao Matheus, do blog “Jornada Cristã”, pela dica.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s